Adaptar-se à escola e ser acolhido pelo Colégio são coisas distintas!

Consideramos a adaptação sobre o aspecto de acolher, aconchegar, procurar oferecer bem-estar, amparar, conforto físico
e emocional.

Quando somos bem-recebidos, em qualquer lugar, em geral nossa reação é de simpatia e segurança, conforto, o que nos leva a esperar o melhor daquele ambiente e daquelas pessoas.

Assim, concluímos o primeiro contato com as crianças e adolescentes, planejamos momentos para minimizar a possibilidade da ansiedade, do meda das mudanças e dos novos desafios.

As rodas de conversas com a criança sobre seus sentimentos, sobre a nova rotina, esclarecendo o que vai acontecer com ela no CVG, a escuta e a sensibilidade percebendo suas expectativas para ajudá-la a expressar seus sentimentos e valorizá-la enquanto pessoa, são cuidados permanentes que a ajudam a desenvolver sua autoconfiança para lidar com a nova situação, mesmo com alunos veteranos.

Confira!